top of page

Análise Técnica ou Fundamentalista:

Conheça as diferenças e qual se encaixa melhor com o seu perfil.




Existem dezenas de técnicas e abordagens para traçar e definir estratégias de investimentos, entre elas, duas são as mais utilizadas e tidas como referência para análise. Compreender a diferença e a fundamentação delas pode ser uma virada de chave para desenvolver uma estratégia consistente.


A Análise Fundamentalista:


O trader analisa diversos fatores e leva em conta muitos indicadores, como balanços financeiros internos, a governança da empresa, a situação externa do mercado, tendências de consumo, compras de bens e equipamentos, contratação de profissionais, dados sobre a concorrência, políticas econômicas, dentre vários outros. Pesquisa sobre as perspectivas de valorização de um ativo para um período mais longo, considerando não só seu preço, mas também a saúde financeira e situação da economia nacional como um todo. É coletada todas essas informações e analisadas e a partir disso, são definidos os movimentos e operações, a partir do histórico financeiro da empresa o Trader faz suas previsões em como as ações irão performar.


Já na Análise Técnica:


Também chamada de Análise Gráfica, estuda o gráfico do movimento do preço de uma ação, utilizando indicadores de curto prazo, para identificar o cenário de maior probabilidade de acontecer com aquele ativo nos próximos minutos, horas, dias, semanas e até mesmo meses. É o estudo do preço de um ativo, na tentativa de prever com precisão o comportamento futuro do mercado, a análise técnica é usada para colocar a ação passada e atual do preço em um contexto gerenciável. O resultado é uma estrutura concreta para a elaboração de decisões relacionadas ao mercado. A análise técnica baseia-se na premissa de que os preços dos títulos se movem em tendências e que essas tendências se repetem ao longo do tempo. Informações sobre o preço, tempo e volume da negociação de um título podem ser ilustradas em um gráfico. A principal característica da análise técnica é que o foco é sempre o ativo em si, e não a empresa como um todo. Isso porque os gráficos do ativo na bolsa de valores demonstram apenas as movimentações da ação a depender da demanda de compra e venda diária e não levam em consideração outras questões externas.


Em resumo, a análise técnica é útil para identificar padrões para, assim, prever tendências futuras no mercado de ações. Contudo, assim como qualquer outra técnica, ela não é uma garantia, não é possível determinar com certeza absoluta se a tendência irá se concretizar. Apesar de baseada em fatores concretos, essa análise deve ser usada apenas para identificar oportunidades.


É uma das estratégias mais efetivas, por simplificar uma grande quantidade de dados com o objetivo de facilitar o processo de tomada de decisão.


Qual é a melhor?


Não existe uma resposta para isso. Ambas as abordagens, fundamental e técnica, são viáveis se operadas junto com uma estratégia forte e um bom plano de ação. Contudo, entre os traders que operam day trade, operações de curto prazo, a análise técnica é mais popular, por ter a possibilidade de se tomar decisões em instantes fazendo o uso apenas do gráfico. Já a análise fundamentalista exige uma base maior de informações e um estudo mais aprofundado, que demanda tempo e disponibilidade.



Comments


Que tal receber as melhores dicas de day trade? 

Imagem.png

Baixe o Trading Starter Pack gratuitamente

Agente de TI

Use este espaço para se apresentar e contar sua história profissional.

bottom of page